Notícias

Formação do contrato de compra e venda de imóvel

18/09/2014 - Formação do contrato de compra e venda de imóvel

O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,compra-de-imovel-deve-levar-apenas-30-dias-imp-,1062172Ao comprar um imóvel é muito comum a apresentação de uma proposta escrita, sendo essa um formulário entregue pelo corretor, que é o intermediário da negociação, ao comprador.

O adquirente preenche o documento recebido com seus dados pessoais e os termos da oferta para a compra.
Esse formulário, por sua vez, é entregue ao titular do domínio do bem vendido para apreciação.
Tal documento representa o início do vínculo contratual que se formará entre o vendedor, geralmente uma construtora no caso de imóveis novos, e o consumidor final.
Diante dessa situação surgem algumas dúvidas: qual a força vinculante deste documento? Ele gera obrigações para as partes envolvidas?
Antes de responder a essas indagações é necessário ter contato prévio com alguns termos da nomenclatura basilar utilizada no estudo da formação dos contratos. O primeiro deles é pertinente a proposta, que é denominada de policitação; além desse, quem faz a oferta de compra é chamado de proponente ou policitante, e quem a recebe para análise é conhecido no meio jurídico como oblato.
O proponente é quem dá início a formação do contrato através de uma declaração unilateral de vontade, que neste momento, como regra geral, tem força vinculante apenas em relação ao mesmo, pois caso seja aceita pelo oblato, o primeiro será obrigado a cumprir o acordo proposto. Verifica-se assim que até esse ponto da negociação, existe obrigação apenas para quem faz a oferta, nos exatos termos da policitação.
A proposta deve conter os elementos essenciais do negócio jurídico a ser concretizado, de forma que seja precisa e inequívoca, apresentando todos os termos do contrato a ser firmado entre as partes. No caso da compra de um imóvel, o destinatário da mesma é certo, qual seja, o vendedor, sendo que em situações específicas esse pode ser determinável.
A oferta realizada em consonância com o exposto acima obriga o policitante nos moldes do que dispõe o Código Civil - CC (artigo 427), ou seja, ?a proposta de contrato obriga o proponente, se o contrário não resultar dos termos dela, da natureza do negócio, ou das circunstâncias do caso?.
Na compra e venda de imóveis, considerando que as partes estão negociando frente a frente, o oblato tem obrigação de se manifestar imediatamente em relação à proposta recebida, quando feita sem prazo, sob pena de deixar de ser obrigatória para o proponente (artigo 428 iniciso ?I? do CC). Existindo um lapso temporal definido para a apreciação da mesma e não sendo aceita dentro do período previsto, a oferta deixa de vincular o policitante.
A aceitação da proposta por parte do oblato deve ser integral e irrestrita, pois se houver alteração na mesma para que ocorra a concretização do negócio, tal modificação será intendida pela legislação como uma nova proposta (artigo 431 do CC), sujeitando-se a seus requisitos. Vale destacar, também, levando-se em consideração a negociação entre presentes, que o vínculo contratual entre eles surge no momento da aceitação da oferta de compra, sendo tal ato, nessa situação, como regra, expresso.

Fonte: Última Instância - São Paulo/SP




Fonte: Fonte: Última Instância - São Paulo/SP

Outras Notícias

Confira cuidados para alugar um imóvel de temporada nas férias

Alugar um imóvel para passar as férias pode sair mais barato e prático do que ficar em hotel, principalmente para quem viaja em f...

Construir a própria casa vale a pena?

Comprar casa pronta é a melhor opção do que fazer a construção? Veja a análise mostrando a resposta do. d...

MERCADO IMOBILIÁRIO PREVÊ CRESCIMENTO PARA 2015

O setor imobiliário brasileiro ganhará novo fôlego em 2015 impulsionado pelo crescimento de 10% nas concessões de cré...

Futuro a dois: confira 10 dicas para financiar o primeiro imóvel

Quem casa quer casa. Alguém poderia discordar da máxima que define o casamento como ponto de partida para a construção de ...

Evitar alguns problemas simples pode ser a solução para atrair interessados e acelerar o negócio sem perder dinheiro

É comum que se diga que imóveis não têm liquidez. Em regra, significa dizer que demora para que sejam vendidos. Claro que h...

Imóveis: conheça as propriedades mais caras do mundo

<div align="justify" 2'="" face="Tahoma">Um levantamento realizado pelo site Curbed listou as prop...

VENDAS COM PARCELAMENTOS DIRETOS CRESCEM

Alta de preços leva mercado a fomentar nova modalidade de negócio e, nesse sentido, compra parcelada ocorre com proprietário e se...

Uso de placas se feito com bom senso é a melhor alternativa para venda de um imóvel

Uso excessivo de placas dificulta venda ou locação de imóveis O ideal é trabalhar com corretor ou imobili&aac...

Inflação do aluguel avança em março e tem alta de 7,3% em 12 meses

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como inflação do aluguel por ser usado como referênci...
icone-whatsapp 1
redesp_facebook.pngredesp_skype.pngredesp_instagram.png

SOBRE NÓS

IMOBILIÁRIA ROTTA LTDA
CRECI/SC 5257J
Rua Padre Feijó, nº 139, sala B, Vila Paraíso, Caçador-SC

Tel. (49) 3567-9790, (49) 98826-7528, (49) 999690405
email: vendas@imoveisrotta.com.br

 


Mapa de Localização

www.imoveisrotta.com.br © 2021. Todos os direitos reservados.

Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias